quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

II Natal Solidário Cleyton Xavier.

O camisa 10 do Metalist Kharkiv, da Ucrânia, o taperense Cleiton Xavier de 23 anos é um futebolista brasileiro que atua como meia. No Brasil, teve passagens de destaque pelo ASA de Arapiraca, Figueirense e pelo Palmeiras. As suas habilidades em campos foram ganhando mídia nacional tanto quanto a sua generosidade com o próximo. Com um jeito simples e solidário de ser, Cleiton vai ajudando aos taperenses que necessita de sua ajuda. Segundo informações, o II Natal solidário promovido pelo jogador é uma forma tanto de ajudar ao próximo quanto de mobilizar a sociedade em prol dos mesmos. Ainda segundo informações, o vereador MarquinhosX está trabalhando para montar um mega estrutura com camarotes, seguranças, barracas e muita gente bonita. O organizador do evento do II Natal Solidário ainda afirma que esse evento será melhor do que o primeiro e que o jogador Cleiton Xavier não tem pretenções politica mesmo firmando parceria com a prefeitura de são José da Tapera e por estar sempre em volta de políticos alagoanos.



"Não Gracinha, de forma alguma o Cleyton tem pretensões politicas aqui em são José da Tapera. Esse evento que ele vem realizando desde o ano passado é apenas uma maneira de ajudar ao próximo. Esse ano tem uma parceria com a prefeitura apenas para comemorar a emancipação politica de nossa cidade onde o prefeito Jarbas está entreando com umas bandas e Xavier com outras. Esse evento é um sonho de Cleyton desde criança quando andava descalço jogando bola no Cambão (ruas visinhas que o Cleyton morava e passou a infancia). Lembro-me do Cleyton com sua família humilde sem ter condições de viajar e de treinar nas outras cidades. Era os amigos, os padrinhos dele e outras famílias daqui quem o ajudavam. Esses dias o Xavier me surpreendeu em um telefonema quando eu estava falando pra ele sobre o evento e sobre a equipe de filmagem e em um momento fomos relembrar da nossa infância e eu falei para ele que o sonho de ser o jogador era meu. Mas, eu nunca prestei para jogar bola diferente do Cleiton que começou no time daqui de são José da Tapera, o atlético e teve uma carreira brilhante. Sempre que conversamos com o Cleiton ele gosta de relembrar da nossa infância e ele me disse: " Marquinhos o nosso sonho quando nós fossemos jogadores era de doar cestas básicas para as pessoas carentes e colocar uma banda enorme, bem famosa como: Daniela Mercury, Netinho ou Chiclete com Banana de graça pra todo mundo, agora temos na cidade o Natal Solidário." Na verdade, a ideia do nome Natal solidário foi do Cleyton, mas de colocar o nome dele, foi minha, por isso, que ficou Natal Solidário Cleyton xavier. Para a realização do evento o Cleyton conversou com dois amigos jogadores e todos aceitaram e fizemos o evento que virou tradição. Já esse ano eu falei para ele que em termos de divulgação estamos a todo vapor com a Internet a nossa disposição. Eu já recebi milhares de telefonemas de outras cidades das pessoas querendo saber desse evento, vem gente que não é brincadeira. O que tem de bandas se oferecendo para se apresentar de graça ou por um cachê simbólico não é brincadeira. É Gracinha 3 quilos de alimentos para cada pessoa onde existem mais de 3 em cada casa e de famílias humildes realmente pesa, concordo com você. Mas, a nossa equipe está preparada pra receber essas pessoas, eles foram orientados para se tiver um cidadão que tem apenas um quilo de alimento e não possa doar mais, ele não deixará de curtir a festa, vai ter a sua pulseirinha. No ano passado tivemos casos onde muitas pessoas não tinham nem condições de doar um quilo, nem por isso, eles ficaram de fora, ganharam a pulseirinha e estavam no Natal solidário do Cleyton Xavier onde ele deixou claro que, se as pessoas mais carentes não poder doar, elas vão participar assim mesmo porque sabemos das dificuldades que existem. Elas podem nos procurar de coração aberto que com certeza vai estar garantido a sua participação. Nós tivemos uma empresa de Delmiro Gouveia que já doou uma tonelada de alimentos para o Natal Solidário, então esses alimentos já fica no lugar daquelas pessoas que não podem doar e mesmos assim vão ganhar as suas pulseiras para participarem do evento. Nós temos 5 mil pulseirinhas para trocarmos por alimentos, o prefeito Jarbas Ricardo terá uma quantidade boa para ele distribuir pelos sítios e Povoados de são José da Tapera entre as pessoas mais carentes e o restante é para o povo. Uma outra maneira de contribuir ainda mais com essa campanha foi as partidas de futebol que são realizadas quando o Cleyton estiver por aqui. Resolvemos pedir uma certa quantidade de alimentos pela participação do Cleyton no lugar de fazerem festas com bebidas e churrascos, não é cobrando, e sim, uma maneira de arrecadarmos mais alimentos para as pessoas carentes do município também das cidades deles, desde que o próprio Cleyton entregue em mãos para propagar cada vez mais o seu nome, a sua generosidade e solidariedade com o povo alagoano. Com relação a estrutura do ano passado nós depositamos o dinheiro na conta de na verdade de um caloteiro. O cara não apareceu com os camarotes e com toda a estrutura que foi paga. Já esse ano Gracinha, estamos com o contrato em mãos com o Jorginhos de Batalha e estaremos com um camarote de 24 metros equipado com um bifê, iluminação especial, quatro bares e vários sites e principalmente a Tv Globo que já confirmou presença para fazer a cobertura do evento. Esse camarote é exclusivo para os amigos do Cleyton Xavier, a família do prefeito Jarbas Ricardo e convidados. Ninguém terá do que reclamar porque teremos gerador, dois palcos com várias bandas e sem intervalos, é terminado uma e começando a outra. Também teremos seguranças nas ruas que ficarem os carros para o cidadão não ter a preocupação de roubarem os sons dos seus veículos. A população também terá toda segura necessária com a Policia Militar, Policia Civil, Guarda Municipal da cidade e com seguranças particulares. Os vendedores tiveram sim que pagar R$ 200 reais para venderem bebidas, refrigerantes, água mineral e armar demais barracas no evento do ano passado. Esse ano ainda não sabemos o valor exato de cada taxa porque eu ainda vou sentar com o pessoal da prefeitura, então eu ainda não sei se ficará por conta do evento ou o prefeito Jarbas Ricardo irá arcar com as despesas. O ano passado nós vendemos a festa e cobramos essa taxa para vender dentro da festa quem não pagou ficou de fora. Sabemos da necessidade deles, mas eles também tem que contribuir com a festa porque os gastos são muito altos. Se não podem pagar doe tantos refrigerantes, cervejas, água mineral ou lanches para a gente fazer doações. Mas, já foi decidido que as pessoas que vendem em isopor não poderão entrar no evento para vender, ficarão de fora. Com relação as especulações de que algumas pessoas venderam as pulseirinhas do Natal solidário no dia do evento e ficaram com o dinheiro como você colocou Gracinha, estamos colocamos vários pontos de trocas em várias cidades para as pessoas trocarem os alimentos antes do evento. Estaremos também passando com um carro F4000 nas cidades e pedindo para as pessoas virem fazer as trocas pra quando chegar no dia não ter um certo tumulto. Na sede onde serão trocados os alimentos, os meninos estão orientados a não pegar dinheiro e sim os alimentos que é o nosso objetivo. É Grancinha, o Cleyton me disse que tinha um outro sonho e que também queria realizar, ele quer iluminar com lâmpadas natalinas todas as ruas do Cambão para esse natal. Ele já autorizou a fazer todo o orçamento para colocar em prática essa iluminação antes do Natal. O Cleyton não quer parar por aí, o grande sonho dele é fazer um INSTITUTO aqui, o INSTITUTO XAVIER para meninos de rua que possam praticar um esporte e possa nos representar lá fora. O futebol hoje ele não é só para craques, ele é o futebol de padrinhos. Vou dar um exemplo: Um garoto vai fazer um teste no CSA, CRB OU ASA, ele vai lá e volta porque não tem uma representatividade. Mas, se o garoto joga bola e tem uma referencia da escolinha do Cleyton Xavier, com o aval do homem, então se o aval é do homem, do jogador Xavier a coisa fica mais fácil, a visão já é outra, o local de ficar hospedado é outro totalmente. Para se ter mais um exemplo: o Janielson quando eu foi uma época para o CSA o tratamento dele foi um, aí quando ele foi o ano passado eu conversei com o Marlan, deputado Sexta e com o Cleyton e quando o garoto chegou lá o tratamento foi outro totalmente diferente do que ele teve no primeiro, então é assim que as coisas funcionam. A intenção do Cleyton é de sempre ajudar não essa de política. Eu sempre falo para ele que ele não é apenas um jogador, ele é um artista da globo, globo é globo. Agora você vai passar para CNN para esse tipo de TV porque você é um artista, você é o cara. Ele sempre me diz que o que ele quer para ele, ele quer para as pessoas mais necessitadas. A primeira feita que ele entregou a uma pessoa carente ele estava jogando no CSA e ele promoveu um jogo com os seus amigos jogadores da cidade; o Nem, galeguinho e outros amigos. Nesse dia a gente arrecadou 32 feiras na quadra municipal daqui. Quando ele deparou com isso ele não aguentou e começou a chorar e me disse que iria fazer o Natal solidário, foi daí que surgiu a ideia do evento que esse ano vem em parceria com a emancipação politica de nossa São José da Tapera. Eu sei que teremos algumas críticas, mas nosso senhor Jesus Cristo não agradou a todos, nós também não vamos agradar, não é verdade? Falar do Cleyton e se alguem se aproveito dele Gracinha, eu fico a vontade porque sei da pessoa boa, do coração bom e de seu caráter. O Cleyton não tem maldade com ninguém, a confiança para ele é tudo. Ele confia primeiro nas pessoas para depois desconfiar. Ele tem uma amizade sem interesses como de pai para filho. Nem falsos amigos ele tem. A gente não tem nem como interferir para falar quem são as pessoas certas. Ele para mim é um grande amigo. A maior coisa para mim é a gratidão, e uma das coisas que eu nunca vou ser é ingrato e ele pegar um Natal solidário desse e mandar eu organizar é uma forma de ser grato, isso eu nunca vou esquecer."Diz o vereador e organizador do evento, MarquinhosX.

by
(-:Gracinha de Souza:-)

Um comentário:

tinho disse...

essa festa sempre é bom não so para nos mais para quem aguda com três quilos de alimentos para os nesecitados agudando a festa agunda a todos q precisa boa festa para todos ass; tinho de olivença algoas